• Taís Fagundes

Canoas, município de valor.

Canoas minha terra

Município de valor

Coração que dentro encerra

Tanta bravura tanto amor.

Este é um fragmento do hino da cidade que está de aniversário no dia de hoje. Canoas é a minha cidade do coração. Nesta terra, minha família se enraizou e eu me desenvolvi. São 81 anos de história que iniciaram com os índios tapes, primeiros habitantes das terras canoenses. A partir de 1725, chegaram os tropeiros lagunistas e seu povoador, de nome Francisco Pinto Bandeira.


Antes da posse do estado por Silva Paes (1737), Canoas e todo o território do RS era considerado estratégico para os portugueses no impedimento do avanço dos castelhanos e dos índios das Missões Jesuíticas.


Em 1874, foi inaugurada a estrada de ferro que ligava Porto Alegre-São Leopoldo. Desde então, a cidade foi crescendo e se desenvolvendo ao entorno da estação férrea. Em 27 de junho de 1939 foi emancipada e Canoas se tornou município.


  • Os irmãos Lassalistas e o 5º Comando Aéreo Regional (V Comar) também ocupam um importante espaço na memória histórica da região;

  • A cidade, que é cortada pela BR 116, tem como ponto simbólico a Praça Santos Dumont, mais conhecida como Praça do Avião;

  • Canoas é a cidade referência do típico XIS gaúcho, nome que se dá ao lanche composto de carne, que podem ser de diversas origens, como bovina, suína, entre outras, servido entre duas fatias de pão, com os mais diversos complementos e com o tamanho diferenciado, maior que os demais hambúrgueres do país;

  • Canoas é a terceira maior economia do estado do Rio Grande do Sul;

  • Tem como pontos culturais importantes para difusão de artes e promoção da memória do povo canoense: Fundação Cultural, Casa das Artes Villa Mimosa e Casa dos Rosas.

FELIZ 81 ANOS, CANOAS!

Fontes pesquisadas: sites da prefeitura de Canoas e governo do estado do RS

© 2020 by Taís Fagundes