• Taís Fagundes

Dia de Martin Luther King

Hoje, na terceira segunda-feira de janeiro, se celebra o Dia de Martin Luther King.

Martin Luther King Jr. (1929-1968) foi um ativista político norte-americano e pastor de igreja protestante. Um dos principais líderes negros na luta conta a discriminação racial nos EUA. Recebeu o prêmio Nobel da Paz, que reconheceu seu importante papel na luta contra o preconceito. Martin tinha como estratégia de luta uma resistência não-violenta e uma pregação de amor ao próximo, inspiradas nas ideias cristãs.


Dr. King, como era chamado, fez o célebre discurso "Eu tenho um sonho" (I Have a dream) na manifestação civil conhecida como "Marcha sobre Washington", em 1963. Evento que reuniu 250 mil pessoas.


A forma de pensar de King é evidenciada por meio de suas frases:



O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons.


No final, não nos lembraremos das palavras dos nossos inimigos,

mas do silêncio dos nossos amigos.


Se um homem não descobriu nada pelo qual morreria, não está pronto para viver.


Quem aceita o mal sem protestar, coopera com ele.


Aprendemos a voar como pássaros e a nadar como peixes,

mas não aprendermos a conviver como irmãos.


Não pode haver desilusão profunda onde não há amor profundo.


Existe uma busca quase universal por respostas fáceis e soluções semi-elaboradas.

Nada perturba tanto algumas pessoas como ter de pensar.


Mesmo se eu soubesse que amanhã o mundo se partiria em pedaços,

eu ainda plantaria a minha macieira.


A escuridão não pode expulsar a escuridão; apenas a luz pode fazer isso.

O ódio não pode expulsar ódio; só o amor pode fazer isso.


Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande.

Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito.


Sempre é hora de fazer o que é certo.


Suba o primeiro degrau com fé. Não é necessário que você veja toda a escada.

Apenas dê o primeiro passo.


A verdadeira medida de um homem não se vê na forma como ele se comporta em momentos de conforto e conveniência, mas em como se mantém em tempos de controvérsia e desafio.


© 2021 by Taís Fagundes